Você já foi ofendido no WhatsApp?

Blog

Você já foi ofendido no WhatsApp?

Saiba que você pode buscar na Justiça uma Indenização pelos danos morais sofridos.

Você foi ofendido no WhatsApp?

Você foi ofendido em um Grupo de WhatsApp?

Primeiramente mantenha a calma! Siga os passos a seguir, não apague as mensagens e jamais responda as mensagens com outras ofensas.

Seguindo essas instruções, você pode buscar o Judiciário e, em muitos casos, você pode ser indenizados pelas ofensas sofridas.

 

4 Passos sobre o que fazer, caso tenha sido alvo de Ofensas no Aplicativo WhatsApp.

Infelizmente a internet tem se tornado palco de ofensas, xingamentos, criação de memes e outras barbaridades por meio da postagem de “textões” e comentários nas redes sociais.

Mas a internet não é terra sem lei, muito pelo contrário!

Quem ofende na internet acreditando estar protegido pelo anonimato está completamente enganado. Hoje é muito fácil descobrir a identidade de alguém na internet, mesmo que o ofensor esteja utilizando-se de um perfil falso (perfil fake).

Se você foi alvo de alguma ofensa, um xingamento, teve fotos íntimas vazadas, virou meme na internet ou ainda, caso um vídeo seu “foi parar” no Youtube sem sua autorização, não se desespere! Entre em contato com a Equipe da Cintia Lima Advocacia, podemos te ajudar.

É possível remover mensagens ofensivas da internet, remover um vídeo do Youtube e ainda é possível promover a Identificação de Usuário de Internet que postou aquele comentário de forma anônima, mesmo que tenha sido realizado por meio de “perfil falso”.

 

Siga atentamente os 4 passos abaixo com atenção, caso tenha sido ofendido no WhatsApp:

1. NUNCA APAGUE as mensagens!

Isso mesmo, nunca apague aquele comentário, aquele nunca apague aquele xingamento, não apague as mensagens privadas ou a imagem usada.

Se você fizer isso, você simplesmente estará destruindo todas as provas.
Aí sim, será difícil identificar quem te ofendeu.

2. GUARDE TUDO o que puder.

Para que possamos identificar quem fez aquele comentário ou postou aquele xingamento, precisamos provar que aquele conteúdo estava disponível na internet.

Você pode registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia. Procure a Delegacia (ou Batalhão da Polícia Militar) mais próxima da sua casa e peça que a autoridade policial registre o B.O. com todas as informações possíveis, inclusive o número do telefone cadastrado no WhatsApp e, se possível imprima as imagens e os print´s de tela e junte no boletim.

3. Faça uma Ata Notarial

O mais importante quando uma ofensa é feira na internet, seja na rede social ou uma ofensa enviada pelo Messenger ou enviada pelo WhatsApp é conseguirmos demonstrar que aquela mensagem ou postagem estava na internet em um endereço específico.

Esse endereço é a URL (Uniform Resource Locator) é o caminho completo de um site na internet, ele vem junto com o http://www.  que “se vê” no navegador de Internet.

Muitas vezes as pessoas fazem o print da tela do Smartphone e acham que assim irão conseguir provar as postagens e mensagens enviadas. Ocorre que o print é uma prova que facilmente será contestada, é uma prova “fraca”!

Por isso indicamos a Ata Notarial! A Ata Notarial é um documento público, registrado em Cartório e tem fé pública, ou seja, foi o Tabelião do Cartório que viu as mensagens e as postagens ofensivas na internet e registrou tudo no cartório. Além disso, a Ata Notarial está prevista expressamente no Novo Código de Processo Civil, no art. 394.

Podem ser registradas imagens, vídeos, áudios e claro, todas as mensagens postadas nas redes sociais ou mensagens recebidas no celular.

Depois de registrada a Ata Notarial com as mensagens ofensivas, o Tabelião irá imprimir a Ata Notarial, certificando que todas aquelas ofensas estavam na Internet naquele dia e naquela hora e foram enviadas pelo número de telefone que aparece.

Pronto! Agora temos uma prova cabal (que não falta nada) dos fatos ocorridos e o registro de tudo em uma prova forte, que será utilizada para se mover um processo judicial contra o ofensor.

* Você também pode utilizar um site de registro de provas digitais, acesse: https://www.verifact.com.br/ 

4. Entre em contato com um Advogado Especialista em Direito Digital e WhatsApp

Isso mesmo, procure um Advogado Especialista em causas que envolvam WhatsApp, um advogado especialista em Direito Digital & Internet.

Além de identificar “a pessoa que enviou as mensagens” ofensivas no WhatsApp, o Advogado Especializado em combater mensagens ofensivas do WhatsApp poderá buscar a reparação pelos danos morais causados a você.

Muitas vezes, xingar e/ou atacar pessoas por meio do envio de mensagens ofensivas no Aplicativo WhatsApp ou mesmo em Grupos de conversas no WhatsApp, gera danos morais ao ofendido, cabendo, portanto, uma ação de reparação pelos danos morais experimentados pelo ofendido, ou seja, Você. Em alguns casos, as indenizações passam dos R$ 10.000,00 (dez mil reais).

Mas lembre-se, você não pode apagar as mensagens ou postagens e nunca deve responder as ofensas com outras mensagens ofensivas.

Siga sempre os passos descritos neste artigo.

Se você conseguir coletar as provas como indicado acima, você deve procurar um Advogado para auxiliá-lo a promover a medida judicial cabível e buscar a reparação pelos danos sofridos.

⁣Acompanhe nossas redes sociais estamos no Facebook e no Instagram.

Abraço a todos e até a próxima.

Cintia Lima

Cintia Lima

Cintia Lima Advocacia e Assessoria Jurídica desenvolve um serviço personalizado atendendo às necessidades específicas de cada cliente, com soluções adequadas para atingir os objetivos que almejam.